9 de jan de 2012

Entrevista: Luiz Ademar Jr.

A Equipe Futebol Report teve a grande oportunidade de fazer uma entrevista exclusiva com o jornalista e comentarista do SporTV e do PFC, Luiz Ademar Junior ( @LuizAdemarJr ), onde ele contou um pouco sobre sua carreira, além de momentos marcantes. Queríamos, desde já, agradecê-lo todo o apoio e ajuda.


Veja abaixo a entrevista completa:

Futebol Report: Conte um pouco sobre sua carreira jornalística:
Luiz Ademar Jr: Me formei em dezembro de 1990 e iniciei no jornalismo em abril de 91, na Folha Metropolitana de Guarulhos. Em 92, eu fui para o Diário Popular, que depois virou Diário de SP, onde fiquei 10 anos, até agosto de 2002. Em seguida trabalhei no Lance , Textual Assessoria de Comunicação (frila), Sobral Comunicação (frila), voltei ao Diário como colunista (frila), Jornal Arquinacada de Curitiba (cobria clubes de SP). Em 2005 fui para a Globo, no site www.globoesporte.com. Em janeiro de 2009, a direção do Sportv, que gostava dos meus textos ni site, me convidou para fazer um teste como comentarista, na Copa SP de Jr. Fiz, fui aprovado, deixei o site e vim em definitivo para o Sportv.

FR: Você enfrenta dificuldades na sua profissão? Cite algumas.
LA: Sinceramente não tive dificuldades. Sempre amei ler, escrever e agora comentar. Procuro me manter sempre bem informado, tenho opniões claras, sem radicalismo, nunca quis ser o dono da verdade, e levo a minha profissão com amor, dedicação e tranquilidade. Existem desafios de melhorar a cada dia e ter sempre boas fontes. Só isso.

FR: Quando você percebeu que iria ser mesmo jornalista esportivo?
LA: Joguei nas categorias de base do SP (campo e salão) dos 14 aos 17 anos. Sonhava e disputar a Copa SP, mas fui emprestado para o São Bento, de Sorocaba. Teria de morar por minha conta em outra cidade e arriscar uma carreira, abandonando os estudos. Meus pais não concordaram, voltei para SP, segui estudando e decide partir para o jornalismo esportivo. E graças Deus aconteceu tudo do jeito que eu esperava.

FR: Qual o momento do esporte que mais marcou sua carreira?
LA: A cobertura da Copa do Mundo da França em 98. Fiquei 45 dias em um país lindo, com uma cultura maravilhosa, e fazendo a principal cobertura esportiva do mundo. Foi sensacional.

FR: O que te motiva ou te admira no futebol caipira? Afinal, você é um dos destaques neste assunto.
LA: Eu comecei minha carreira em Guarulhos, onde percebi as dificuldades financeiras dos clubes locais. Fui contratado pelo Diário Popular para cobrir clubes do interior. Fui para diversas cidades, fiz várias especiais e aprendi a amar o futebol caipira por causa da dedicação dos jogadores, dirigentes e treinadores que trabalham no Interior. As histórias são bem legais e merecem ser destacadas. Por isso virei colunista no Diário SP e montei o blog. Chueguei a levá-lo por 1 ano ao Kigol, mas não renovei o contrato e retornei ao meu, no blogspot.

FR: Como é trabalhar no SporTV e ter ao lado grandes comentaristas e jornalistas?
LA: Uma enorme prazer, uma grande escola. Costuma dizer que trabalho e me divirto ao mesmo tempo. São vários profissionais brilhantes, como narradores, comentaristas, apresetadores, repórteres, coordenadores, editores, cinegrafistas, etc. E a chefia é extremamente amiga e me ajuda bastante. Nada a reclamar.

FR: Você trabalha no SporTV e na ACEESP. Como conciliar os dois empregos?
LA: É bem simples. Tenho quatro excelentes funcionários na Aceesp e um grande e competente vice-presidente (Erick Castelhero, editor da www.gazetaesportiva.com.br). Quando não estou escalado, vou para a Aceesp. Quando estou escalado e viajando, eles tocam o que for precisam para mim. O time é bem unido. Rsrsrs

FR: Você acha que a Seleção Brasileira está preparada para vencer a Copa de 2014? Por que?
LA: Ainda não está preparada. Espanha e Alemanha, além da Holanda, estão bem à frente. O Mano Menzes precisa definir o grupo titular, o que deve acontecer após as Olimpíadas, e passar a treiná-lo contra grandes adversários. Existe tempo e material humano para tornar o Brasil um candidato ao título. Por enquanto, a nossa seleção não tem bola para enfrentar grandes adversários.

FR: Como você avalia o Futebol Brasileiro, hoje, no cenário mundial, tendo em vista jogadores como Messi e times como o Barcelona?
LA: O Barcelona vem mostrando que é possível jogar um grande futebol, valorizar a posse de bola e ser extremente ofensivo agredindo o tempo todo o adversário. Mas não é preciso ser Barcelona. A Portuguesa, com jogadores limitados, mas aplicados taticamente, deu um show de bola na Série B e foi campeão jogando muita bola. Os jogadores e treinadores precisam se reciclar. Determinação, aplicação, com liberdade para as estrelas jogarem, podem dar certo. Como deu com o Santos na libertadores.

FR: Na sua opinião, qual o melhor jogador de todos os tempos? E atualmente?
LA: Melhor jogador que eu vi jogar no futebol brasileiro foi o Zico. Agora analisando tudo, em ter visto jogar, mas ter visto jogos reprisados, claro que é o Pelé. Atualmente o melhor brasileiro é o Neymar. No mundom sem dúvida, o melhor é o Messi.

FR: Qual o recado para aquelas pessoas que sonham um dia chegar onde você chegou e ter uma carreira de sucessos?
LA: Estudar, estudar, estudar. Leia muito, se mantenha sempre muito informado, saiba escrever, mesmo que faça opção por TV e rádio, pois sempre terá de ter o dom da oratória. Aposte em você e siga em frente. Não desista nas adversidades.

FR: Mande um recado para os leitores do nosso blog:
LA: Desejo um grande 2012 a todos os leitores do blog. Que Deus abençoe a todos e que cada um faça a sua parte para o mundo ser mais humano, sensato e menos violento.

FR: Obrigado por todo o apoio e pela oportunidade! Sucesso em 2012, muita paz e saúde! Abraços!
LA: Eu que agradeço!

Equipe Futebol Report
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Hot Sonakshi Sinha, Car Price in India